Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Notícias

Informe-se com as notícias mais atuais

Sindicato mundial de jogadores de futebol cria ferramenta para monitorar carga de trabalho

A ser lançada em março, plataforma irá registrar para mulheres e homens a minutagem em campo, as horas de voo em viagens internacionais e o tempo de recuperação entre partidas

Sindicato mundial de jogadores de futebol cria ferramenta para monitorar carga de trabalho

FIFPro é o sindicato mundial de jogadores de futebol profissionais

O sindicato mundial de jogadores de futebol (FIFPro) assinou um contrato de cooperação de três anos com a companhia KPMG para a criação da plataforma "Monitoramento da Carga de Trabalho do Jogador FIFPro" (PWM, em inglês). A ferramenta, a ser lançada em março, vai fornecer informações sobre tempo de jogo, número de viagens e período de recuperação para homens e mulheres no futebol profissional.


Essa plataforma digital tem como objetivo ajudar os principais agentes do futebol, como clubes, federações, associações, patrocinadores e parceiros comerciais, nas decisões sobre calendários nacionais e internacionais. A meta é fazer com que as competições se tornem mais sustentáveis e menos desgastantes para atletas.

A plataforma de monitoramento da carga de trabalho para jogadores profissionais também terá acesso aberto para torcedores, pesquisadores e a mídia. O sistema vai trazer detalhes como a minutagem de cada jogador e as horas de voo acumuladas em viagens internacionais. O desenvolvimento da ferramenta vai permitir no futuro a comparação entre atletas e competições diferentes, em temporadas distintas.
 
- Tenho a convicção de que essa plataforma será um serviço valioso para o futebol profissional ao ajudar a definir os parâmetros de proteção à performance e à saúde de jogadores. Quando eles estão no pico de suas habilidades, é toda a indústria do futebol que ganha - declarou o secretário-geral da FIFPro, Simon Colosimo.


- É muito importante que encontremos um equilíbrio para a indústria do futebol masculino e feminino. No caso das mulheres, apenas uma minoria tem uma ótima quantidade de jogos, então ainda estamos raspando o potencial. No caso dos homens, alguns atletas se encontram num moinho de partidas, em que dificilmente descansam - disse a jogadora Elise Kellong-Knight, membro do conselho global da FIFPro.


Fale com seus clientes!

Fale com seus clientes de forma que eles te ouçam. Anuncie conosco!

TOP
Ouvir Rádio