Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Notícias

Informe-se com as notícias mais atuais

Para MP, autor de facada em Bolsonaro pode ser condenado, mas com pena menor

Conclusão do procurador do caso é que Adélio Bispo deve ter eventual pena reduzida devido a transtornos mentais apontados em laudos. Parecer do MP vai embasar decisão judicial.

Para MP, autor de facada em Bolsonaro pode ser condenado, mas com pena menor

O parecer do Ministério Público Federal em Juiz de Fora (MG), segundo fontes ouvidas pela TV Globo, concluiu que o autor da facada em Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral, Adélio Bispo, é semi-imputável. Isso significa que, para o MP, Bispo pode ser enquadrado criminalmente, mas com redução de pena devido a transtornos mentais apontados em laudos médicos.
A conclusão é do procurador do Ministério Público Federal em Juiz de Fora (MG) Marcelo Medina, que enviou o parecer nesta terça-feira (9)para a Justiça Federal.
O documento é mantido sob sigilo e o procurador não fala sobre o teor. A TV Globo apurou que o parecer levou em conta sete laudos e pareceres sobre a saúde mental de Adélio.

Importância dos laudos
 

Os laudos sobre a saúde mental de Adélio são relevantes porque apontam como o problema dele pode reduzir ou anular a capacidade de entendimento sobre o crime que ele cometeu. Judicialmente, a condição mental do agressor pode diminuir ou mesmo anular uma eventual pena ao fim do processo.
Três laudos já foram feitos na apuração sobre problemas mentais do autor do atentado contra o presidente:
 

em outubro de 2018, um laudo particular atestou transtorno delirante grave em Adélio Bispo;
em fevereiro de 2019, dois laudos, feitos a pedido da Justiça, apontaram problemas mentais; um deles concluiu que que Adélio tem "transtorno delirante permanente paranoide", e que, por isso, não pode ser punido criminalmente.


Fale com seus clientes!

Fale com seus clientes de forma que eles te ouçam. Anuncie conosco!

TOP
Ouvir Rádio