Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Notícias

Informe-se com as notícias mais atuais

Novo Estatuto da Criança e do Adolescente entra em vigor; conheça as mudanças

Governo quer prevenir gravidez indesejada; Menores de 16 não podem viajar sozinhos

Novo Estatuto da Criança e do Adolescente entra em vigor; conheça as mudanças

O novo texto do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) entra em vigor nesta 6ª feira (10.mai.2019). As mudanças foram sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro, e assinadas pela ministra Damares Alves, do MDH (Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) em março deste ano.

Foram feitas três alterações: a criação do Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas, uma semana de prevenção da gravidez na adolescência e a modificação da idade mínima para viagens sem autorização dos pais.

O cadastro está inserido na política nacional de busca de pessoas desaparecidas, criada pelo novo texto para tentar organizar medidas desenvolvidas sobre o tema em âmbito nacional. Segundo a secretária adjunta da Secretária Nacional dos Direitos da criança e do adolescente, Viviane Fetinelli, a política regulamenta ações desenvolvidas em conjunto com o Ministério da Justiça.

Viviane diz que a medida é 1 ganho para o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, já que possibilita determinar a quem compete cada ação a ser executada. “Nós capacitamos e auxiliamos os conselhos tutelares no encaminhamento de denúncias dos desaparecidos. Também vamos auxiliar o Ministério da Justiça na coleta e no fornecimento das informações sobre crianças desaparecidas”, afirma.

Para a vice-presidente da comissão da Criança e Adolescente da OAB/DF, a advogada Raquel Fuzaro, as medidas são apenas complementares. Raquel afirmou que orientações como a semana de gravidez são importantes para sensibilizar a sociedade, mas não bastam. “É preciso uma série de medidas para que leis sejam efetivadas. Há que se ter políticas públicas eficientes, acompanhamento dessas políticas, monitoramento e aferição dos resultados”, avaliou.

 VIAGENS
A lei determina que, a partir de agora, menores 16 anos só podem viajar sozinhos para outros Estados com autorização judicial. No texto antigo, essas exigências só se aplicavam a mais novos que 12 anos.

De acordo com Damares, a medida pode prevenir, por exemplo, que adolescentes fujam para se casar. “Também pode diminuir o tráfico de crianças e adolescentes, além de coibir casos de exploração sexual”, afirma a ministra em nota divulgada no site.

Eis a nova redação:


PREVENÇÃO DA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
O governo também realizará ações para ensinar os jovens a previnir a gravidez indesejada na adolescência toda 1ª semana do mês de fevereiro. O MDH estuda trabalhar em conjunto com os Ministério da Saúde e Educação.

DISTRIBUIÇÃO
De acordo com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, serão impressas 30.000 unidades da versão atualizada do ECA. O acesso também pode ser feito pelo site da pasta.

BRAILLE
Além da versão impressa tradicional, também será disponibilizada uma versão em Braille. Para a Secretária Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Petrucia Andrade, a versão do ECA em Braille é uma ferramenta de inclusão. “Estamos avançando para que mais pessoas conheçam, respeitem e garantam os direitos de crianças e adolescentes”, afirmou.
 


Fale com seus clientes!

Fale com seus clientes de forma que eles te ouçam. Anuncie conosco!

TOP
Ouvir Rádio