Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Notícias

Informe-se com as notícias mais atuais

COM RADARES DESLIGADOS, ACIDENTES GRAVES CRESCEM EM ESTRADAS FEDERAIS NO PAÍS

Em meio a 'apagão' na fiscalização de velocidade, rodovias têm alta de acidentes com vítimas nos sete primeiros meses do ano pela primeira vez desde 2011

COM RADARES DESLIGADOS, ACIDENTES GRAVES CRESCEM EM ESTRADAS FEDERAIS NO PAÍS

Promessa do presidente Jair Bolsonaro , o desligamento de radares de fiscalização de velocidade, sob a justificativa de que há uma “indústria da multa” no país, foi cumprido à risca nas rodovias federais administradas diretamente pelo governo. Dados revelam que quase todos os equipamentos fixos em operação em janeiro nas vias foram desativados desde março. Além de suspender, em agosto, o uso de 299 radares portáteis pela Polícia Rodoviária Federal, o governo não renovou ou substituiu contratos que garantiam o funcionamento de 2.811 equipamentos fixos nas vias.

Enquanto as estradas federais tiveram um “apagão” de radares, os acidentes graves — que registram mortos ou feridos — subiram nos sete primeiros meses do ano pela primeira vez desde 2011, quando o Brasil se comprometeu a adotar metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para tornar o trânsito seguro. Especialistas ouvidos  avaliam que a alta dos casos graves é motivo de alerta porque, em geral, estão relacionados ao excesso de velocidade.

Além de suspender, em agosto, o uso de 299 radares portáteis pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o governo não renovou ou substituiu contratos que garantiam o funcionamento de 2.811 equipamentos fixos nas vias. No último dia 2, as BRs sob responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que representam mais de 90% da malha rodoviária federal, contavam com apenas 439 equipamentos permanentes de fiscalização. 


Fale com seus clientes!

Fale com seus clientes de forma que eles te ouçam. Anuncie conosco!

TOP
Ouvir Rádio