Minhas Compras
Você adicionou a sua lista de compras. O que deseja fazer agora?
Continuar Comprando! Fechar Compra!

Notícias

Informe-se com as notícias mais atuais

CÂMARA APROVA TEXTO-BASE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM 2º TURNO

Depois de mais de cinco horas de sessão, o Plenário aprovou o texto por 369 a favor, 124 contra e uma abstenção.

CÂMARA APROVA TEXTO-BASE DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA EM 2º TURNO

Brasília - Depois de mais de cinco horas de sessão, o Plenário da Câmara dos Deputados  aprovou o texto-base da reforma da Previdência em 2º turno por 369 a favor, 124 contra e uma abstenção.  O quorum foi de 494 deputados.

A votação só se iniciou depois de os parlamentares aprovarem requerimentos que aceleraram o andamento da sessão. Por 304 votos a 9, o último requerimento rejeitou, em bloco, todos os destaques individuais.

Mais cedo, o Plenário tinha aprovado, por 353 votos a 10, um requerimento para encerrar as discussões depois de dois deputados terem falado contra a proposta e dois favoravelmente. Em seguida, deputados do centrão e do governo esvaziaram o plenário para forçar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a encerrar e reabrir a sessão por volta das 21h40.

A manobra reduziu o número de requerimentos para adiar o início da votação. Isso porque as requisições anteriores foram tiradas de pauta, forçando a oposição a reapresentar as propostas. Após a reabertura, Maia apresentou uma consulta de sua autoria para parcelar a votação do texto principal, rejeitada por 355 votos a 11. A manobra prejudicou os requerimentos que tentavam fatiar a votação em segundo turno.

A sessão para votar a reforma da Previdência em segundo turno começou às 19h15, depois de Rodrigo Maia passar o dia esperando a formação de quórum no Plenário da Casa. Por volta das 19h50, os deputados rejeitaram um requerimento do PSOL para retirar a proposta de pauta, por 306 votos a 18.


Fale com seus clientes!

Fale com seus clientes de forma que eles te ouçam. Anuncie conosco!

TOP
Ouvir Rádio